25 visitantes on-line ( Entrar na Sala de Bate-Papo )São Paulo, 20 de novembro de 2017

Hoje somos 143
portadores de RTS
galeria de fotos
Uma imagem vale mais que mil palavras.
Conheça um pouco mais sobre nós !
Depoimentos
Leia os depoimentos que os pais fizeram sobre seus filhos.
Com certeza você vai se identificar com um deles !
Lista de Discussão
Entre para nossa lista de discussão por e-mail e troque idéias e informações com outros pais e profissionais da arts
Dê uma mãozinha
Veja quem já nos deu uma mãozinha.
Faça parte do grupo de amigos da arts
Estatísticas sobre RTS
Acompanhe as estatísticas sobre RTS
Pesquisar no site
Digite as palavras-chave de busca, separadas por vírgula
Clique aquí para busca detalhada
 
 
ARTS
Rua Harmonia 722/81
CEP 05435-000
São Paulo-SP
Brasil
 
(55) (11) 4153-3211
(55) (11) 5631-5062
(55) (11) 3819-2536
 
arts@artsbrasil.org.br
 
PROCEDIMENTOS INTERVENTIVOS COM BASE COGNITIVO-COMPORTAMENTAL
EM UM CASO DE RUBINSTEIN-TAYBI
 
XVII CONGRESSO
BRASILEIRO DE NEUROLOGIA E PSIQUIATRIA INFANTIL - ABENEPI
___________________________________________________________

SAÚDE MENTAL NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Temas Livres
____________________________________________________________

PROCEDIMENTOS INTERVENTIVOS COM BASE COGNITIVO-COMPORTAMENTAL
EM UM CASO DE RUBINSTEIN-TAYBI.

Maria de Lourdes Merighi Tabaquim - Dptº Neurologia/UNICAMP-USC-Bauru/SP.
Liene Regina Rossi-USC-Bauru/SP

A Síndrome de Rubinstein-Taybi (SRT) é uma síndrome genética, cuja etiologia refere-se ao apagamento ou translocação do cromossomo 16p13.3 (TÉCNICA FISH). A incidência é de 1/125 mil casos em todo o mundo. Caracteriza-se principalmente por polegares e hálux largos e grandes, anomalias faciais e retardo mental. Apresenta habilidades psicossociais de caráter amigável e alegre, porém, com déficits adaptativos. Este estudo teve como objetivo investigar os efeitos da aplicação de um programa "Matching to Sample" (Sidmann, 1985), envolvendo três unidades de estímulos, com pareamentos auditivos-visuais-verbais e a emergência da discriminação de sons. O sujeito do estudo foi uma criança de oito anos e nove meses de idade, sexo masculino, diagnosticado com a SRT, idade mental compatível à quatro anos. Os instrumentos empregados foram: Teste de Nível Mental Colúmbia e Protocolo de Avaliação das Funções Específicas. Após os testes de linha de base, verificou-se o repertório inicial com desempenho de 10% de acertos, sendo gradativamente aumentados no transcorrer dos procedimentos de ensino. Após quatro meses de aplicação, os resultados mostraram-se altamente significantes, com 100% de acerto, efetivando a aprendizagem das relações entre estímulos auditivos, respostas visuais e/ou verbais, ocorrendo a generalização e ampliação do repertório das discriminações condicionais
 
Voltar

página inicialdestaquesorganizações & linksarts responde
bate papolista de e-mailsterapiasartigos & matériasdê uma mãozinha
depoimentosarts na mídiagaleria de fotosestatísticaslivro de visitas
pesquisar no siteexamesfale conosco