31 visitantes on-line ( Entrar na Sala de Bate-Papo )São Paulo, 19 de novembro de 2017

Hoje somos 143
portadores de RTS
galeria de fotos
Uma imagem vale mais que mil palavras.
Conheça um pouco mais sobre nós !
Depoimentos
Leia os depoimentos que os pais fizeram sobre seus filhos.
Com certeza você vai se identificar com um deles !
Lista de Discussão
Entre para nossa lista de discussão por e-mail e troque idéias e informações com outros pais e profissionais da arts
Dê uma mãozinha
Veja quem já nos deu uma mãozinha.
Faça parte do grupo de amigos da arts
Estatísticas sobre RTS
Acompanhe as estatísticas sobre RTS
Pesquisar no site
Digite as palavras-chave de busca, separadas por vírgula
Clique aquí para busca detalhada
 
 
ARTS
Rua Harmonia 722/81
CEP 05435-000
São Paulo-SP
Brasil
 
(55) (11) 4153-3211
(55) (11) 5631-5062
(55) (11) 3819-2536
 
arts@artsbrasil.org.br
 
Bruno
Bruno nasceu em 11/07/97, com 48 cm e 3,5 kg, sendo diagnosticado na maternidade apenas a falta dos testículos na bolsa escrotal.
Outra característica que digna de registro foi o implante baixo de cabelos, porém nenhum médico chamou a atenção para fato algum. Começamos a desconfiar de algum problema quando Bruno demonstrava dificuldades motoras, isto aos seis meses de idade (tenho outro filho, Fabio de cinco anos e meio, sadio), porém os pediatras achavam que era apenas um atraso do desenvolvimento a ser compensado futuramente.
Aos nove meses, depois de reclamarmos constantemente dos engasgos, refluxos e dificuldade motora, além da queda na curva de desenvolvimento físico, o pediatra de Bruno indicou alguns neuropediatras em Brasília, sendo diagnosticado síndrome de Rubinstein-Taybi.
Bruno é uma criança muito carinhosa e feliz.
Seu refluxo e dificuldades de alimentação melhoraram bem nos últimos dois meses, porém seu crescimento é lento e seu peso está estagnado no peso de oito meses atrás.
Bruno está com 75 cm de altura, 8,6 kg e 44 cm de perímetro cefálico (discreta microcefalia).
O tratamento atual é de fisioterapia e fonoaudiologia, em breve começaremos terapia ocupacional.
 
Voltar

página inicialdestaquesorganizações & linksarts responde
bate papolista de e-mailsterapiasartigos & matériasdê uma mãozinha
depoimentosarts na mídiagaleria de fotosestatísticaslivro de visitas
pesquisar no siteexamesfale conosco